medo

eu tenho medo

medo do conteúdo da imagem que se direciona à minha pessoa

medo do intermédio

medo do q o outro pensa sobre minhas coisas,
se esta bom ou se esta ruim

medo das desculpas

medo do não dizer de alguem

medo de ser posta em um lugar que nao desejo

medo de ser um objeto

medo de nao ser aceita

medo de ser uma eterna perdedora..

medo dos fracassos...

medo de nao me realizar como pessoa

medo de nao me realizar como mulher...

medo...

medos...

A Casa Inteira

Na agora simplória soleira da varanda externa do Casarão, Agda olhava para uma casa grande, séria, introvertida e marrom, com olhos pesados e baixos. Olhava com um desprezo, misturado com dor, arrependimento e culpa característicos, incomuns. Todo aquele lugar agora era só pra ela. E para que serviria uma casa de 27 quartos para uma pessoa que mal conseguia dormir? A casa inteira era revestida com papéis de parede de um roxo escuro, quase vinho, com vinhedos e listras do rodapé ao teto. Algo com muita sombra e, deveras, muita pompa, para tais tempos que Agda ainda poderia lembrar. E lembrava com tal êxito, com tal detalhamento.

relatório

Caro Sr. Paulo Roberto,

existem sim tratamentos em andamento... alguns chips já foram aplicados mas os pacientes têm reclamado de efeitos colaterais como fortes dores de cabeça, pequenas perdas de memória, mal estar, entre outros sintomas.

o que o senhor indica? suspendemos as aplicações até descobrirmos o porquê desses efeitos?

grata, Dra. Shirley

Felicidade deprimente

Já faz uma semana que estou tomando meus medicamentos, não pulei um dia. Meu relógio toca sempre que eu preciso tomá-los, para eu não esquecer de modo algum. Mesmo assim, não posso mais dizer que estou feliz. Tenho momentos alegríssimos no dia, em que eu vejo a maior graça nos meus peixes, brincando no aquário. Por outro lado, tenho momentos estranhos, com um pouco de culpa, talvez até uma dúvida quanto a até que ponto minha felicidade é genuína.
Não posso viver mais assim. Não posso voltar a ser aquela pessoa sem perspectiva nem sonhos que era antes. Queira ou não, as pílulas me ajudaram, e muito.

Rapido!!!

A Dra Nathalia me garantiu um resultado milagroso, tenho medo de dar tudo errado, mais Deus está comigo, a Dra parece mais um anjo, amanhã pego minhas pirulas do milagre. O enfermeiro, me disse para eu não me arriscar, parece que ele é contra a Dra, mais acho que não.

Heroi

Sou Orson Wills, heroi de guerra. Matei para salvar. Matei porque o meu pais precisa, e eu derramei o sangue de meus inimigos.
Quando atiro e vejo o sangue escorre penso: "mais um inimigo do meu pais está morto, aniquilado, e esse verme não mais fará o mal".
Agora me vem um doutor dizer que não posso mais matar. Os inimigos estão soltos por ai. Eles se disfarçam até de crianças. A ACCS (Aparelho de condicionamento de conduta social, tira a minha liberdade, não poderei mais proteger o meu pais que tanto amo.

Necessidade...

Estou sentido que preciso cada vez mais dessa operação... Quase ataquei a caixa do supermercado hoje! Eu sou uma pessoa muito nervosa, estou cada vez mais nervosa.
Preciso muito disso...

Cautela!

Tenho que tomar cuidado para que o o Dr. Antonio Carlos, meu chefe, não saiba que já estou testando os remédios...

Estou assustado...

Não sei nem o que pensar da notícia que acabei de receber... Meu chefe vai começar uma pesquisa onde substâncias químicas serão injetadas no organismo de alguém que esteja com algum problema emocional.
Será necessário que haja voluntários para a fase de experimentação.
Ele parecia estar muito empolgado. Mas eu estou com muito receio das consequências que isso pode trazer... Será que a ciência é capaz de controlar todos os nossos sentimentos?
Até certo ponto acredito que seja benéfico como já acontece atualmente como a ingestão de anti-depressivos e calmantes receitados por um bom psiquiatra...

Dia estranho

Acordei me sentindo diferente... depois de muit tempo internada nunca mais fui a mesma... as tontura e as dores de cabeça me perseguem.... seria isso uma metamorfose? O que fizeram comigo?

Alimentação XML