culpa

Hipocrisia

Como posso tratar de meus paientes se eu mesmo já estou convencido que quero a cirurgia. Preciso da cirurgia. Sabendo que ela existe já não posso me imaginar sem ela, apesar de saber seu estado qause vegetativo de viver.

Lembranças de um pesadelo

São 3:43 a.m, acabo de acordar, na verdade mal consegui durmir. resolvi escrever pois quero colocar para fora, isso que vem me tirando o sono noite apos noite. É como se fossem lembranças de algo que aconteceu a muito tempo atras com outra pessoa, no entanto me indentifico muitos com certos acontecimentos que aparecem, comos e fossem minhas proprias experiencias. Mas nao lembro de ter vivido essa vida.
Acabam de bater na minha porta e o mais curioso é que sinto um cheiro que vem de alguem que esta do lado de fora, muito parecido com o que sentia no meu sonho. Agora me lembrei é cheiro d

Detetive se arepsentando

Sanchez, Carlo Sanchez. Detetive de 38 anos.

Segredos

Meu nome é Bartolomeu Heinz

Conflito entre profissão e vida pessoal

Sou enfermeira do Dr. Vital Brasil, já faz 2 anos que continuo no mesmo consultório. Acordo todos dias as 6 horas da manhã, todos os dias pego o ônibus as 7 horas da manhã, sempre com o mesmo motorista. Por ser muito comunicativa, em um dia em que estava na deprê, acabei conhecendo uma mulher muito simpática, que ao conversarmos muito, até descobrirmos que pegamos o ônibus no mesmo horário, e trabalhamos no mesmo local. Neste prédio possui diversos consultórios, talvez por isso nunca nos encontramos lá.
Adoro minha profissão, porém tenho um grande problema em minha vida pess

O segredo

Primavera de 2005, Júlia andava sobre a calçada da avenida Paulista, pensando no que tinha feito na noite anterior, não sabia se contava aos amigos, se contava para sua família, a única coisa que sabia era que não estava feliz e precisava falar com alguém, de repente teve uma idéia e saiu correndo sem olhar para os lados e quando viu estava perdida, desesperada, não sabia o que fazer, olhou para os lados e não havia ninguém e subitamente o céu ficou escuro, as poucas árvores que havia começaram a definhar e ela sentia um friozinho subir sua espinha.
Passados alguns minutos, Júlia resolveu andar, e quanto mais andava, mais ficava certa de que algo estava errado, procurou em seu bolso seu celular, mas lembrou que havia esquecido ontem na casa de sua amiga, foi ai que veio a tona tudo o que tinha feito. Será que o que estava acontecendo tinha ligação com seu ato anterior? Ou tudo não passava de uma coincidência e logo tudo voltaria ao normal?

Mar e mar

Sentia o cheiro salgado e andava cada vez mais rápido. Sabia que ele estava por perto, mas que podia sumir, ou pior, ficar grande demais. A areia ainda estava seca mas diminuia a cada passo. Um pouco adiante, abismo.

O blog da Flávia

era todo metido. Sem meias mentiras, exagerado. Fotos e mais fotos. Só sorrisos, artificiais, posados.

Sem arrependimento...

Não! Não vou fazer isso! Nunca! Não condiz comigo! Não me deixe fazer isso... de novo...

Procrastinação

Estou procrastinando várias tarefas!
Não sei se por incompetência ou impossibilidade de fato! Não gosto de me considerar impossivel!

Acho que estou coagulando o maior número de informações para daí sim poder criar....

O nome desse campo através do qual vos escrevo é "corpo"! Um corpo virtual e real ao mesmo tempo.
O virtual se da em detrimento do real? Virilio diz que sim...
Mas se pararmo para pensar veremos que este é apenas mais um suporte e que as atitudes nesse ambiente, dito virtual, recaem constantemente sobre o real. A não ser que você sustente uma personalidade dupla (ou tripla ou +...) porque nessa ambinete há possibilidade de desnvolver mais que uma ativiade ao mesmo tempo, é multi-tarefa.

Alimentação XML